A Roupateca não vende peças do acervo. Por que?

Se tem uma coisa que deixa a gente feliz por aqui, é saber que um acervo assim tão amado, faz as mulheres se apaixonarem tanto às peças a ponto de se imaginarem utilizando aquela roupa incrível muitas e muitas outras vezes. A partir daí, é comum que surja uma dúvida: por que não posso comprar para mim, agora que já sei que seria uma compra mais consciente?

Aqui na Roupateca, a gente entende que não está falando só sobre trocar peças de roupas. Acreditamos que a economia circular pode ser uma realidade, e é através da linguagem da moda que queremos estender o ciclo da roupa para muito além daquela lógica de produção linear a qual fomos acostumadas: confecção – compra – descarte.

Vamos refazer juntas essa cadeia? Vem com a gente: produção lenta – compra apenas quando necessário – compartilhamento – utilização da peça – devolução – compartilhamento – utilização – devolução – compartilhamento…

erwin-wurm-curators-choice-roupateca

Erwin Wurm. Curators Choice Foto: Delfino Sisto Legnani

Reparou? Pesquisas indicam que 90% das roupas são descartadas antes do fim de sua vida útil. Além de romper com o alto volume de resíduos, estamos mandando uma mensagem de diminuição da demanda de produção. Em outras palavras? redução da exploração de recursos e pessoas.

Não vendemos peças do acervo porque acreditamos que para a peça ser sua, ela não precisa estar no seu armário. Ela pode ser nossa! Compartilhar para multiplicar possibilidades no tempo (e se bateu a vontade de experimentar ainda mais a potência de uma peça, você pode renová-la por mais um tempo e está pronta para se jogar na pista da vida ;)!

Deixe um comentário